História

Carmo do Rio Verde

Fundação: 1952

Aniversário: 14  de novembro

Gentílico: carmo-rio-verdino

População: 10.082 habitantes

Área: 418,544 km²

O povoamento de Carmo do Rio Verde teve origem em 1939, quando da fundação da Colônia Nacional de Goiás, da qual foi sede no início da colonização.

Nas margens do Rio Verde, já residia a família de Alexandre Pinto que ali instalou o primeiro armazém comercial a fim de atender a demanda da Colônia, cujos administradores se instalavam em barracos para a abertura das estradas.

Mais tarde, transferida a sede da colônia para Ceres, restaram apenas cerca de 10 moradias, uma casa comercial e outra de venda de produtos farmacêuticos, embrião do povoado.

Por volta de 1945, com a repercussão da Colônia próxima e a notícia das terras fertilíssimas da região, o povoamento cresceu, construindo-se uma escola isolada e uma capela dedicada à Nossa Senhora do Carmo, o lugar tornou-se conhecido como Carmo do Rio Verde, em louvor à Padroeira e como lembrança ao rio que banha a região.

Em 1948, bastante desenvolvido, o povoado foi elevado à categoria de distrito, instalado em 23 de janeiro de 1949.

Na condição de Vila, Carmo do Rio Verde teve ampla divulgação sob a excelência de seu solo, tornando-se em pouco tempo produtor agrícola de alto nível.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Carmo do Rio Verde, pela Lei Municipal n.º 20, de 04-10-1948, subordinado ao município de Goiás. Em divisão territorial vigente de 1-VII-1950, o distrito de Carmo do Rio Verde figura no município de Goiás.

Elevado à categoria de município com a denominação de Carmo do Rio Verde, pela Lei Estadual n.º 706, de 14-11-1952, desmembrado de Goiás. Sede no atual distrito de Carmo do Rio Verde (ex-povoado). Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1954.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1983.

Pela Lei Estadual n.º 10.441, de 10-01-1988 é criado o distrito de Vila São Patrício e anexado ao município de Carmo do Rio Verde. Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído de 2 distritos: Carmo do Rio Verde e Vila São Patrício.

Pela Lei Estadual n.º 12.803, de 27-12-1995, é desmembrado do município de Carmo do Rio Verde o distrito de Vila São Patrício. Elevado à categoria de município com a denominação de São Patrício.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2018.

 

Fonte: IBGE

 

Desenvolvido por